16 janeiro 2008

10 TIPOS DE VENENO QUE PODEM ESTAR MATANDO O SEU CASAMENTO

Muitos casamentos estão morrendo porque os cônjuges estão adicionando, todos os dias, muitas vezes sem perceberem, pequenas doses de alguns tipos de veneno, que, ao longo do tempo, poderão ser fatais e decretar a morte de um casamento. Se não formalmente, através de um Divórcio, mas emocionalmente.
A seguir estão 10 tipos de veneno que podem estar decretando a morte de seu casamento.
1. INDIVIDUALISMO
Esse é um veneno letal. Não apenas intoxica, mas mata um casamento. Não devemos confundir individualismo com individualidade. A Individualidade é saudável para o casamento e, sabendo usar, vai até contribuir para a unidade conjugal. Individualismo é outra coisa, é querer fazer as coisas do seu modo, sem levar em consideração o que o outro deseja. É tomar as decisões no casamento sem considerar a opinião do cônjuge.

2. PORNOGRAFIA
Aqui está um outro veneno que tem sido diluído na vida de muitos casais. Muitos homens, principalmente, estão diluindo esse veneno no casamento, sem seus respectivos cônjuges saberem. Ele se instala no casamento através de revistas pornográficas, de visitas a sites pornográficos, através de filmes obscenos ou através das visitas a salas (Internet) de conteúdo erótico.

3. APATIA ESPIRITUAL
Um outro veneno sutil que se instala em muitos casais, muitos deles cristãos. Muitas esposas estão desejando que seus maridos orem com elas, mas a apatia espiritual tem dominado muitos maridos. Falta oração, leitura da Bíblia, participação nos trabalhos da igreja. É um veneno terrível para a vida do casamento.

4. COMPARAÇÃO
É um dos venenos mais letais para o casamento. Um marido ou uma esposa que está sempre comparando o cônjuge a outras pessoas como, por exemplo, ao marido de uma amiga ou a uma esposa de um amigo ou até mesmo aos seus pais, está decretando, a médio e longo prazos, a morte do casamento.

5. COMPETIÇÃO
Esse veneno também é muito sutil. Ele está presente naquele relacionamento conjugal em que os cônjuges competem entre si. Um está sempre querendo suplantar o outro nas tomadas de decisão. É filosofia onde um ganha e outro perde. Isto acontece também quando há competições profissionais, salariais ou acadêmicas.

6. INTERFERÊNCIA DE FAMILIARES
Conselhos familiares podem ser saudáveis, mas interferência familiar é um veneno muito comum em muitos casamentos. Esse veneno é ingerido pelo casal quando permite que os pais ou sogros interfiram na vida conjugal, seja em que área for. Isso acontece quando o casal depende financeiramente ou emocionalmente dos pais.

7. CRÍTICA
A crítica, esse veneno está matando muitos casamentos, é ingerido pelos casais quando no diálogo se usa, com muita freqüência, as expressões “você sempre...”, “você nunca...”. Sem perceberem, os casais estão matando a relação conjugal com acusações e críticas ao cônjuge.

8. ADULTÉRIO
O veneno do adultério é antigo. Ele está presente nos relatos bíblicos e na própria história da humanidade. Hoje esse veneno está sendo impregnado em ambos os cônjuges. Aumenta o número de esposas que estão ingerindo esse terrível veneno. O adultério é um dos venenos mais letais para um casamento. Esse veneno é muito anunciado através das novelas e da televisão.

9. VIOLÊNCIA
Esse veneno está muito associado a um outro veneno, que é o alcoolismo. Mas muitos maridos, principalmente, estão envenenados pela violência e a praticam contra a esposa e muitas vezes, toda a família também é vítima. Se não tratado pode decretar, de forma traumática, o fim de qualquer casamento.

10. ROTINA
Segundo estudos publicados nos EUA, a rotina é responsável pela morte de muitos casamentos. É preciso diferenciar rotina de cotidiano. Do cotidiano não podemos nos livrar, mas da rotina sim. Esse tipo de veneno se instala quando o casal perde a criatividade no relacionamento e faz as coisas sempre da mesma maneira. É mais ou menos o que Chico Buarque de Hollanda, na sua música “Cotidiano”, diz numa parte da letra: “Todo dia ela faz tudo sempre igual/ Me sacode às seis horas da manhã/ Me sorri um sorriso pontual/ E me beija com a boca de hortelã”.
Se você identificou, em seu casamento, um desses venenos; admita-o, converse com seu cônjuge e, se preciso, procure ajuda de um conselheiro ou um profissional que possa ajudá-lo pessoalmente ou como casal.
Procure também uma Igreja onde se ensina sobre o Amor de Deus e Jesus Cristo, pois somente Deus poderá te ajudar e dar forças para que você possa vencer este problema. Afinal, foi Deus que criou o casamento e Ele é a única pessoa que sabe a melhor forma do casamento funcionar bem.

2 comentários:

marcinha8181 disse...

oi Raquel e pastor Paulo ...que saudades de vcs .....
lindo o blog lindo lindo
lembra de mim a Marcia lembra
o Silvio e pequena Gabriella a Gabi uma benção ja fez 03 aninhos ....esta uma pensão minha princesa ....
Deus que ilumine muito e muito vcs ....muitas e muitas benção
beijinhos a todos

me adicione no hotmail msn qdo der
marciasilviogabi@hotmail.com
FIQUEM COM DEUS
MARCIA, SILVIO E GABI

Faculdade Teológica disse...

Que Deus continue abençoando seu trabalho e nos edificando com seus post Fica Na Paz!!!!
Abs!
Faculdade Teológica